INSTITUTO DAGAZ


O Instituto Dagaz é uma Organização Não Governamental (ONG) de Volta Redonda, fundada em 2009. O principal intuito
é atender crianças e jovens das regiões periféricas, oferecendo gratuitamente atividades socioeducativas, culturais e esportivas.
O instituto realiza 800 atendimentos mensalmente e realiza importante papel no que se refere às diretrizes pautadas pelo
Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Ao longo dessa trajetória, o instituto coleciona títulos, prêmios e conquistas
de editais de âmbito nacional.
As aulas oferecidas no Condomínio Cultural -sede e local de execução da ONG - atualmente, no CIEP 299 - Jiulio Caruso, no
bairro Santo Agostinho - são de ballet, capoeira, circo, dança afro, futsal, rugby e violão. Além disso, por meio de parceria com o Coletivo Jovem, do Instituto Coca-Cola, promove cursos profissionalizantes na área de marketing e eventos. Outro segmento que vem sendo
explorado pela ONG é o meio ambiente e a sustentabilidade. E, neste ano, ganhou o edital do projeto Salas Verdes, sob chancela do Ministério do Meio Ambiente.
Com apoio e patrocínio do Instituto CCR, por meio da CCR NovaDutra, o Dagaz também leva cinema à população. É o projeto Cinestesia, que exibe filmes e promove debates, seja com o telão inflável em praças públicas ou nas escolas, em todo o Sul Fluminense. E uma das realizações mais aclamadas e reconhecidas na região é a Bienal do Livro, que chegou à terceira edição em 2017, com ampla programação gratuita. Os quatro dias de evento atraíram cerca de 20 mil pessoas para oficinas, palestras, apresentações musicais e teatrais no bairro Volta Grande.
E por falar em livro, o Instituto Dagaz também ficou amplamente conhecido pela obra "A Cozinha dos Quilombos: Sabores, territórios e memórias". O livro é resultado de um projeto de pesquisa desenvolvido pela ONG, em 2014, que mapeou e visitou 29 quilombos. Com intuito de identificar histórias, culturas e costumes culinários, a obra apresenta como os remanescentes quilombolas, com relatos de pratos tradicionais das comunidades e fotos expressivas dos mesmos. O projeto foi impulsionado pela Lei de Incentivo à Cultura do Estado do Rio de Janeiro, com patrocínio da Concessionária de Energia Light. Ele não é comercializado, mas está disponível para acesso online gratuito e para download no site: br.acozinhadosquilombos.com.br.